SER OU NÃO SER UM EBOOK..EIS A QUESTÃO

Mais uma daquelas referências que fazem eu sofrer sobre o livro digital.

Em minha pesquisa, eu defendo – que apenas são e-books, todo aquele material que pode ser livro em diferente leitores, como: kindle, ibook, kobo e tantos outros (http://ebooknews.com.br/vai-ler-ebooks-nao-comece-comprando-aparelho/)

Então em minha pesquisa semanal deu de cara com este vídeo.

sim ….é um super livro, que permite uma leitura desordenada, em total sincronia com a nossa sociedade,
mudanças tanto na percepção e na educação que estamos passando – contudo, nos coloca presos ao fabricante/fornecedor do leitor apple – e obriga este “livro” só funcionar  mediante um app e baixado diretamente da loja itunes (apple)- ou seja, ele não pode ser encontrado diretamente em nenhuma loja de LIVROS.

Em minha avaliação – ele parece um e-book, ele funciona como um e-book e com um PLUS – mas isso so acontece pq ele é um APP e eu preciso de um determinado aparelho para fazer ele “rodar” – e muito provavelmente este app deixará de funcionar em dois ou três anos, quando este aparelho sofrer upgrades e todas a programação executada neste “livro” precisar ser refeita…

nãooooo um e-book não deve ser assim…ele deve conservar os valores morais do livro…ou seja se manter, indiferente ao tempo…. ampliado e melhorado.

Para resumir meu pensamento e chegar a uma conclusão

Estamos apenas engatinhando sobre o conceito do livro digital….se Humberto Eco lá atrás  afirmava que livro é livro e roda é roda…e não da para pirar e reinventar algo que já é por si extraordinário – vamos unir nossos esforços em perpetuar o livro em nossa nova era – o digital – e proporcionar as vantagens que o digital proporciona e não inventar ou produzir problemas futuros e gerar consumo bestial para algo que ira desaparecer….desenvolver uma linguagem única acessível que seja remunerada adequadamente que possa ser compartilhada a todos ….